Estudo Prévio para a Recuperação e Refuncionalização do Moinho do Bispo | Programa base de Musealização

Apresentação

O complexo do Moinho do Bispo representa uma mais valia muito signifificativa para a idealização
do projecto museológico do Rio e da Moagem, cuja linguagem sugere simbioses entre a dimensão funcional
(funções) e espacial (instalações que se pretendem manter e recuperar). O património arquitectónico
integrado e a circunscrição dos testemunhos em relação ao espaço fisico fomentam uma reconversão
programática in locu no sentido em que o projecto de musealização é submetido a um processo de adaptação
ao espaço que passa a integrar o acervo do museu. Não obstante, o conceito de situ pressupõe,
para além da patrimonialização dos testemunhos culturais, a integração do património edificado, natural
e paisagístico. Sendo o museu, um espaço privilegiado para a conservação, estudo e perpetuação da
cultura material, os conteúdos expositivos visam mostrar como podem estas instituições estabelecer a
ligação entre a instituição propriamente dita e a Comunidade que representa. Neste sentido pretende-se a
criação de um espaço de divulgação e consolidação das narrativas de construção identitária. A visão das
raízes culturais definidas e representadas num espaço museológico, é importante principalmente para o
“visitante” pois, cada vez mais se vive sobre a influência dos particularismos nacionais, regionais e locais.
Dar a oportunidade aos actores sociais de “conviverem” com o seu passado, com as sua história e/ou com
as suas raízes, é dar simultaneamente a oportunidade de se reavivarem memórias sociais e culturais e de
se aprender, ou reaprender, a gostar de determinado património. Entender os objectos, é entender a sua
função simbólica aceite e incorporada pelas Comunidades. Uma actividade expositiva deste cariz funciona
como um meio eficaz de projecção sócio-cultural.
Do ponto de vista conceptual, o projecto aqui apresentado define-se como um importante aparelho
na projecção de patrimónios culturais e conservação da memória colectiva do moinho. Centrado
na valorização, divulgação, perpetuação e desenvolvimento da “história do mundo rural” no sentido de
perpetuar a memória do lugar, define-se como uma intervenção cultural ajustada às realidades da região
no sentido de influir contra a descaracterização identitária das comunidades beneficiárias.

ProgramaBase_Moinho do Bispo

Anúncios